Eva Reiter

Nasceu na Romênia (Bucareste), depois de residir em vários países transferiu-se para o Brasil, onde iniciou na década de 1970 sua carreira de artista plástica.
Estudou pintura com Sõrensen e B. Riccetti, gravura e técnica dos materiais com João Rossi e escultura com Calabrone e Becherone.
Se graduou na década de 1990 na Bélgica, Ecole des Beaux Arts, no Atelier de Recherche Graphique et Picturale sob a direção do Prof. A Lambillote.
Em 1976, montou ateliê de cerâmica e escultura em São Paulo.
A partir dai, participou de numerosas exposições coletivas dentre as quais as seguintes:
Portugueses de Além Mar e seus Parceiros, Lisboa, Portugal (1986),
11 Women Sculptors from Brasil, Washington (1988)
Yale University, New Haven (1989) Medalha de Ouro)
Prix General Ceuppens, bienal de pintura, Bruxelas(1998)
Brain l´ Alleude,Bélgica (1999)
Centre Culturel de UCCLE, Bruxelas.
Realizou exposições individuais nas galerias Echancrure (1993) e Sinanay (1996) e no Centre Culturel em Bruxelas (2000), Galeria Arvani Arte, (2003) Brasil.
Nos anos 2000 começou a época de Fotografia, Fotomontagens e Fotoliteratura.
Eva Reiter desenhista, pintora e escultora do real.
A obra plástica que ela vem desenvolvendo há cerca trinta anos tem seu foco na figura humana e nos objetos da natureza. Mas, Eva não reproduz o que vê, ela produz uma nova realidade a partir das pessoas e coisas de seu entorno.
Impactada pela real, transforma cores, ritmos e formas do mundo circundante em imagens que refletem seu rico mundo interior. Ela aprendeu cedo a lição de Paul Klee de que a missão de verdadeiro artista não é reproduzir o real, mas “tornar visível” uma “0utra” realidade, ou seja: criar um novo universo que pode se referir ao real, mas que tem vida própria.
Relevante na obra de Eva é sua constante pesquisa de novas formas, cores e materiais.
Seus suportes são variados e são seus meios de produção.