Kazuo Wakabayashi

Nasceu em Kobe, no Japão e foi aluno de Konosuke Tamura, entre os anos de 1947 a 1950, tendo cursado ainda a academia Niki, em sua terra natal. Imigrante em 1961 para o Brasil, fixou residência em São Paulo, naturalizando-se brasileiro no ano de 1968.
 
Suas primeiras exposições ocorreram ainda no Japão, entre 1957 e 1961, sendo que a primeira mostra individual no Brasil ocorreu em 1963, no Rio de Janeiro, na Galeria Tenreiro, com apresentação de Manabu Mabe.
 
Depois dessa abertura, seguiram-se outras várias mostras individuais, em São Paulo, Salvador,Santos, Brasília, Washington, Kobe, Tóquio e
Nova Iorque. Já no Brasil, trouxe um traço forte de sua arte com personalidade não-figurativista, em que formas, de contornos bem definidos, recebem a vitalização de efeitos de textura, obtidos através
de uma acentuada pesquisa de cor. No Brasil, realizou exposições em cidades de vários Estados, inclusive no Mato Grosso do Sul.
 
O artista chama seus quadros de matéria espiritualizada, sendo definido por alguns críticos como “metafísico dos valores espaciais”. Isso ocorre porque sua produção busca transcendência e ultrapassa o mero jogo de texturas, formas e cores – indo adiante do que antes
corresponderia a uma necessidade íntima de sua personalidade, materializando uma visão interior rica e pessoal.