Zélio Alves Pinto

CRONOLOGIA
1938 nasce em Conselheiro Pena, MG, filho de Geraldo Alves Moreira Pinto e Zizinha Alves Pinto.
1956/1957 – Belo Horizonte – MG
Faz ilustrações para a revista “Alterosa”. Publica cartuns na “Revista da Semana”, do Rio de Janeiro. Trabalha como ilustrador na Grant Publicidade. Ingressa no Departamento de Arte de “O Estado de Minas,” tornado-se Editor de Arte do Suplemento Feminino desse Jornal.
1958 – Transfere-se para o Rio de Janeiro, RJ.
1959 – Começa a trabalhar na área de edição de Arte da revista “O Cruzeiro Internacional”. Publica cartuns na revista “A Cigarra”.
1960/1962 – Transfere-se para Paris, França, como correspondente da revista “O Cruzeiro”. Ingressa na École Supérieure de journalisme de Paris. Promove a tradução e a colocação no mercado Francês de livros de Autores Brasileiros. Trabalha com a Editions Jean-Jacques Pauvert na publicação de um livro dedicado ao humor gráfico brasileiro.
Exposição Individual no Espaço da Maison du Brésil, na Cidade Universitária de Paris.
Produz uma série de esculturas em madeira e jóias com engaste mecânico.
Produz obras de arte sobre papel e as vende nas ruas de Paris.
1963 – Rio de Janeiro,RJ: Retorna ao Brasil.
Exposição de tapeçaria na Galeria Santa Rosa, no Rio de Janeiro. Publica cartuns e ilustrações nas principais revistas do Brasil e da Europa.
1964 – Publica cartuns em jornais e revistas do Brasil e da Europa, torna-se colaborador fixo da revista “O Cruzeiro”.
1965 – Transfere-se para São Paulo,SP. Cria a agência de Publicidade Probras. Continua a publicar na revista “O Cruzeiro”.
1966 – Retorna ao Rio a convite de “O Cruzeiro”, mas deixa a revista pouco meses depois.
Muda-se para Petrópolis, continuando a atuar no Rio de Janeiro onde cria as revistas “Urubu” de humor, “Bossa e Balanço” e Reis do Iê Iê Iê. Torna-se Editor da revista “Jóia”, do Grupo Manchete exercendo essa função até 1968.’
1969 – Transfere-se para São Paulo. Colabora com o jornal “O Globo” e com “O Pasquim”. Colabora com a folha de São Paulo e com a revista “Homem”.
1970 – São Paulo – SP: Trabalha na “Folha de São Paulo” como cartunista, editor e redator.
Realiza a reformulação gráfica do jornal “Folha de São Paulo”. Começa a trabalhar como produtor da TV Cultura, em São Paulo, permanecendo no cargo até 1976. Paraninfa a turma de formandos em comunicação pela Universidade Mackenzie.
1971 – São Paulo – SP: Atua na TV Cultura em São Paulo.
Exposição Individual na Galeria de Arte Aplicada, em São Paulo – SP . Colabora com os jornais “Folha de São Paulo” e “O Pasquim” e com a revista “O Cruzeiro”.
1972 – São Paulo – SP: Atua na TV Cultura. Colabora com a “Folha de São Paulo”, “O Cruzeiro”e “O Pasquim”, no Brasil, e com as revistas internacionais “Pardon”, Alemanha e “Penthouse”, Inglaterra.
1973 – São Paulo – SP – Participa da criação do Salão Mackenzie de Humor em Quadrinhos, em São Paulo,SP. Editor de Arte da revista “Mundo Econômico”, colabora com o “Jornal do Brasil”e “O Pasquim”, Rio de Janeiro, RJ. Lança o livro de contos “O Homem dentro do Poste”com textos e ilustrações de sua autoria. Participa do Salão Nacional de Arte Moderna, Rio de Janeiro-RJ. Participa do Salão Nacional de Belas Artes Rio de Janeiro – RJ . Publica nas revistas européias “Punch”, “Pardon” e “Penthouse”. Faz capa para a revista “Embassy”,Londres – Inglaterra.
1974 – São Paulo – SP: Participa da criação do Salão Internacional de Humor de Piracicaba, SP. Lança o livro de cartuns “Sem Saída”. Inicia colaboração com a revista “Indústria e desenvolvimento”, da FIESP – Federação das Indústrias do Estado de São Paulo.
1975 – São Paulo – SP: Exposição Individual no Paço Municipal de São Bernardo do Campo-SP.
1976 – São Paulo – SP : Realiza uma série de ilustrações para Outdoors da Sharp. Um desenho seu é estampado na capa da revista Suíça Graphis. Realiza projeto gráfico para o jornal “Gazeta Mercantil”, de São Paulo. Cria para a
Duratex um múltiplo permutável para decoração de interiores. Realiza projeto gráfico e pedagógico para o programa JEP – Junior English Program.
1977 – São Paulo – SP: Exposição Individual no Museu de Arte de São Paulo, MASP, SP, incluindo cartuns, charges, ilustrações, peçlas publicitárias, capas de revistas, histórias em quadrinhos. A mostra é documentada por um catalogo-livro com prefácio de P. M. Bardi e ensaio sobre o artista por Jacob Klintowitz. Esta mostra é apresentada, no ano seguinte no MAM/Rio. Faz projeto gráfico para o jornal “A Notícia”, de Manaus – AM .
1978 – São Paulo – SP: Exposição Individual no Museu de Arte Moderna, MAM- Rio de Janeiro.
Exposição coletiva “Creativité Dans l’ Art Brésilien Contemporain” no Museé d’ Art Moderne integrado ao conjunto dos Museés Royaux dês Beaux-Arts de Belgique, Bruxelas-Bélgica.
1979 – Exposição coletiva no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro- RJ.
1980 – São Paulo – SP. Exposição Individual na Galeria da Biblioteca Real de Bruxelas, Bélgica. Exposição coletiva “Quatro Aquarelistas” no Museu de Arte Moderna de Helsinki, Finlândia.
1981 – São Paulo – SP – Continua publicando em revistas e jornais do país e do exterior.
1983 – São Paulo – SP : Exposição Individual na Galeria Nacional, Belo Horizonte, MG.
Como Diretor do Departamento de Museus, estimula e realiza o Prêmio de Design do Museu da Casa Brasileira, São Paulo – SP. Projeto de reformulação da Pinacoteca do Estado de São Paulo. Planeja o Sistema Estadual da Memória, constituído por Museu, arquivo e Bibliotecas. Projeta um mosaico para o Arquivo do Estado, São Paulo, SP. Como artista continua a produzir cartuns e ilustrações para jornais e revistas do país e do exterior. Realiza uma série de aquarelas referenciadas na estética Pré – Cabralina.
1985 – São Paulo – SP: Exposição Individual “Máscaras Ameríndias” na Galeria Arco, São Paulo – SP. Primeira apresentação pública dos trabalhos desenvolvidos a partir da expressão visual Pré-Cabralina. Participa do Júri 16º Panorama da Arte Atual Brasileira, Museu de Arte Moderna de São Paulo – SP.
1986 – São Paulo – SP – New York, EUA/USA –
Exposição Individual na Galeria Encontro das Artes, São Paulo – SP. Exposição individual “Zélio – Aquarelas” na Galeria Ana Maria Niemeyer, Rio de Janeiro – RJ.
1987 – New York, EUA/USA – Exposição Individual na Galeria Ofício das Artes, Sesc, São Paulo – SP.
1988 – New York, EUA/USA- Exposição Individual “Paper Making” na Galeria Bonino, Rio de Janeiro, RJ, que reúne os primeiros trabalhos desenvolvidos em Nova York no estúdio Dieu-Donné Paper, onde explorou as possibilidades do papel artesanal como suporte para a obra de arte. Exposição Individual de Aquarelas “Variations in a National Theme” Paraty Gallery, Nova York, EUA.
1989 – New York, EUA/USA: Exposição Individual no Escritório Cecília Vicente de Azevedo São Paulo – SP.
1990 – New York, EUA/USA – São Paulo – SP: Exposição Individual “Ruptura”,exposta no Museu de Arte de São Paulo – MASP e Exposição Individual concomitante “Pré Ruptura”na A Galeria São Paulo – SP . Exposição coletiva na Paraty gallery, Nova York, EUA. Exposição coletiva “Pintores de Nova York”, Barcelona, Espanha.
1991 – São Paulo – SP: Exposição Individual “Rupturas em Observação” na Sala Célia Lazzarotto, do Museu Municipal de Arte de Curitiba, PR. Exposição Coletiva “Registro Gráfico: Litografias Originais” na Kramer Galeri de Arte, São Paulo – SP .
Exposição coletiva na A Galeria São Paulo – SP. Exposição “Litografia”, comemorativa dos 200 anos da Declaração Universal dos Direitos do Homem, Sesc Pompéia, São Paulo – SP. Exposição Coletiva no Palácio dos Bandeirantes, São Paulo – SP. Exposição Coletiva “Pintores de Nova York”, Barcelona, Espanha. Exposição Individual no Espaço Cultural Yazigi, Vitória, ES.
1992 – São Paulo – SP: Exposição Individual “Fibras de Nova York” na galeria Susanna Sassoun, São Paulo – SP. Exposição conjunta “América Latina”: Integração de Origens” no Memorial da América Latina São Paulo – SP . Exposição Coletiva “Litografia: Métodos e Conceitos” na Sala de Exposições do Centro Cívico de Santo André, SP.
1993- São Paulo – SP : Exposição Individual na Tulha do Casarão do Pau-Preto, Departamento de Cultura de Indaiatuba, SP.
1994 – Exposição Coletiva “A Grande Viagem”no Espaço Cultural Cristiano Stockler das Neves, São Paulo – SP.
1995 – São Paulo – SP: Exposição Individual “Fragmentos” no Ateliê Ana Magalhães, São Paulo,SP. Exposição Coletiva “Belmonte,100 anos” no Espaço Cultural do Citibank, São Paulo, SP.
1997 – São Paulo – SP: Exposição Individual na Ricardo Camargo Galeria, São Paulo, SP.
Bienal Internacional de Humor: Sem Aids, com Amor, Espaço Cultural da CUT, São Paulo, SP.
1998 – São Paulo – SP: Exposição Coletiva no Espaço Cultural do Clube Atlético Paulistano – CAP, São Paulo, SP. Lançamento do Livro “Navegador e o Príncipe” de autoria de Zélio com ilustrações de Ziraldo, coloridas por Zélio, pela Editora FTD, São Paulo.
2000 – São Paulo – SP: Exposição Individual “Ameríndios II”no Museu Brasileiro da Escultura – MUBE, São Paulo – SP. IV ExposiçãoVirtual – Audi Eletromídia da Arte. Exposição Coletiva “Litografia: Fidelidade e Memória” Espaço de Artes UNICID, São Paulo, SP. Exposição Coletiva “Desfile de Vacas”, ruas de São Paulo, SP.
Exposição Coletiva “Artistas Contemporâneos”, SOCIARTE, no Clube Atlético Monte Líbano, São Paulo, SP.
2001 – São Paulo, SP: Exposição Coletiva “Snoopy In Art, São Paulo, SP. Exposição Coletiva “Futebol Arte”, São Paulo, Rio de Janeiro, e Marselha, França.
2003 – São Paulo – SP: Exposição Individual “Do Papel ao Concreto”no Espaço Cultural Prodam, São Paulo, SP. Exposição Coletiva “Israel e Palestina: Dois Estados Para Dois Povos” no Sesc Pompéia, São Paulo, SP.
2004 – São Paulo – SP: Exposição Coletiva “Artistas Contemporâneos”, SOCIARTE, no Esporte Clube Sírio, São Paulo – SP.
2005 – São Paulo – SP: Exposição Individual “Percurso e Presente”na Bita Art Lofts, São Paulo,SP.
2008/2010 – São Paulo – SP: Exposição Individual de Banners “Ameríndios”com curadoria de Enock Sacramento, na Passagem Literária da Consolação, promovida pelo Centro Cultural Banco do Brasil, São Paulo, SP. Exposição Coletiva “Momentos do Inconsciente”, no Museu da Imigração de Santa Bárbara D’Oeste, SP. Exposição Individual “Aquarelas do Zélio”no Museu Brasileiro da Escultura, MUBE, São Paulo,SP. Exposição Individual “Aquarelas”no Museu Afro Brasileiro, São Carlos, SP. Exposição Coletiva G-11 sobre o cinqüentenário de Brasília, Brasília, BR.
Lançamento do Livro “Zélio – 50 anos de uma aventura Visual”, de autoria de Enock Sacramento, através de projeto empreendido por Selma Barbosa Lima, patrocinado pela Petrobras.